HNAS recebe melhorias e UPA passa a ser porta de entrada da urgência e emergência

  • Publicado no dia: 30-09-2022
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

     

    Desde que os casos de Covid-19 reduziram drasticamente no município, bem como a estadualização do Hospital Municipal de Paulo Afonso (HMPA), desde o dia 16 de set6embro, a Secretaria de Saúde vem reorganizando o atendimento da população tanto na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), como no Hospital Nair Alves de Souza e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS´s).


    Para melhorar o fluxo, a equipe realiza algumas intervenções e melhorias. De acordo com o secretário de Saúde, Adonel Júnior, a UPA saiu da exclusividade do atendimento do coronavírus para os casos em geral, recebendo a população. “Com a redução dos casos de Covid e, posteriormente chegando a zerar, a UPA passou a ser porta aberta, ou seja, realizando o atendimento em geral. Agora, com a passagem do HMPA para o estado, estamos reordenando e a UPA passa a ser a porta de entrada do Pronto Socorro Adulto, funcionando 24 horas e com todos os serviços sinalizados para esta unidade”, diz Adonel.


    Além da mudança do perfil da UPA, a pasta está investindo em melhorias no HNAS, como a requalificação da nova enfermaria, que está em fase de finalização e aguarda o mobiliário. O secretário enfatiza que na parte inferior do hospital será realizada uma reforma, melhorando a pediatria e o internamento pediátrico. “Essa unidade passa por essas melhorias uma vez que será referência materno infantil para o nosso município e para a 10ª região”, diz.


    Adonel enfatiza que o Nair continua com todos os serviços já disponibilizados, como cirurgias eletivas e de urgência e emergência, como é o caso das cirurgias ortopédicas. Segundo o gestor da pasta, a tendência é que o HNAS fique com o perfil de urgência e emergência e o HMPA com os procedimentos eletivos. “Daqui até o final do ano o Irmã Dulce vai abrir a parte de ortopedia para as cirurgias eletivas serem feitas lá e isso vai desafogar o Nair, então a gente vai ficar mais com a parte de urgência e emergência e os outros atendimentos que o Nair já tinha não deixarão de existir, visto que é um hospital de referência para uma região em saúde”.


    Dentre as ações destinadas ao município na área da saúde, Adonel reforça a importância do fortalecimento da rede municipal, como as 28 unidades de saúde básicas mais os postos satélites, somando 42 no total; os Centros de Especialidades, CAPS, Núcleo Desenvolver, Serviço de Testagem e Aconselhamento (Seta), Serdepas, CEO e entre outras unidades. “Os serviços ofertados pelas Unidades Básicas de Saúde são o tratamento de hiperdia, que é o tratamento de hipertenso e diabético, tratamento odontológico, consulta com profissional da atenção básica médico nas suas especificidades de forma gerais e necessitando de um especialista ele referencia quando ali ele não resolveu conseguir o caso do paciente, nós temos a parte da própria enfermagem, com os acolhimentos, com curativos, todos os atendimentos que os enfermeiros fazem também com o técnico, nós temos os agentes de saúde que são essenciais e os agentes de endemias que também são profissionais que nos trazem informação para fechamento de perfil epidemiológico”, fala Adonel.


    Ele explica ainda que o fortalecimento da rede pública de saúde visa ofertar o maior leque possível de tratamentos para que os pacientes sejam atendidos no próprio município. “Quero dizer a população que nós temos muito a melhorar e esse secretário que hoje está à frente da pasta está engajado nessa busca constante de melhorias, em diminuir essas viagens fora com os pacientes, tentando captar profissionais para cá, fazendo parcerias para que o nosso paciente seja tratado dentro do nosso município, do lado da sua família, sentindo mais confiança e confortável”.

     

    Autor: Ascom/ PMPA