Abertas as inscrições para oficinas, palestras e cursos do Programa Estação Juventude

  • Publicado no dia: 03-06-2015
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

    A Prefeitura de Paulo Afonso, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e do Programa Estação Juventude, informa que estão abertas as inscrições no horário das 8 às 18h, para as Oficinas de Arte (oficina de desenho, Pintura em tela, malabares e cartonagem), Música (cavaquinho, percussão retirando sons de materiais recicláveis e percussão corporal), Dança (Hip Hop e dança do ventre e de salão). Oficina de Redação e Cursos de Informática e Operador de computador (Ofertado pelo SENAC em parceria com a Prefeitura Municipal).

     

    Informamos que as palestras e oficinas estão sendo ofertadas gratuitamente em diversas modalidades. As inscrições continuam abertas e as vagas são limitadas.

     

    Para realizar a inscrição, basta os interessados se dirigirem ao Programa Estação Juventude, localizado na Av. Getúlio Vargas S/N (Antiga Escola de Informática da Prefeitura). Qualquer dúvida, ligar para o telefone 3281-3011, ramal- 225.

     

    Ao final de cada oficina será feita uma mostra cultural com a participação dos alunos, tendo o objetivo de incentivar a arte e os novos talentos pauloafonsinos.

    Obs. Para os cursos de Informática e Operador de Computador, os interessados deverão trazer cópia de RG, CPF, comprovante de residência e 2 fotos 3×4.

     

    A Prefeitura Municipal de Paulo Afonso, através do Programa Estação Juventude,   oferece gratuitamente para jovens com idade entre 15 a 29 anos a Oficina de Cartonagem, realizada duas vezes por semana no turno vespertino.

     Cartonagem é uma técnica artesanal que está fazendo muito sucesso atualmente e possibilita criar os mais variados objetos utilizando como base papelão, papel cartão, cola e tecido. Com o objetivo de fomentar a geração de renda para as usuárias do Programa Estação Juventude, a Oficineira Mônica Oliveira ensina as alunas a transformarem materiais diversos em formas variadas, através de composição, entretanto os detalhes e o capricho do criador fazem toda a diferença.

     

    A primeira turma de concluintes relata que a oficina além de gerar renda é uma terapia ocupacional, foi isso que fizeram as alunas Cristiane, Tais e Rosângela, que confeccionam os produtos em casa e ganham um dinheiro extra. A expectativa é  que mais jovens se interessem pelo negócio, montem uma cooperativa, possibilitando geração de renda.

    Autor: ASCOM/PMPA