Escolas municipais ganham novo Projeto Pedagógico

  • Publicado no dia: 06-02-2013
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

    A Secretaria Municipal de Educação está adotando para os próximos períodos letivos, novas práticas pedagógicas inserindo conteúdo extracurricular com temas lúdicos, artístico-culturais, meio ambiente e ciências diversas. Algumas destas atividades serão oferecidas dentro da jornada normal e outras em período estendido como opção aos pais e alunos para o melhor aprimoramento do aprendizado. Para isto, foi criado um núcleo de estudo e produção de conteúdo lúdico pedagógico e multidisciplinar, buscando além da inserção de novos módulos educativos, o entendimento e a relação de diversidade e gêneros nas escolas.

    A escola do Bairro DNER está sendo preparada para receber este novo projeto e será conhecida como Espaço do Saber José Geraldo, um centro de vivência e formação de professores e alunos. Nesta nova proposta de conteúdo educativo, serão abordados estudos sobre: Meio Ambiente, especialmente sobre o bioma caatinga, história de Paulo Afonso, cultura sertaneja e do cangaço, culinária regional, artes e ciências diversas, assim como cidadania, socialização e diversidade. A Escola José Geraldo foi escolhida para ser transformada neste novo espaço em virtude de sua localização, às margens do cânyon do Rio São Francisco e por possuir ótimas instalações após recente reforma, além de não estar sendo utilizada em sua plenitude para aulas normais devido à redução sensível de alunos da pequena vila para as séries oferecidas, em função da migração interna de moradores para outros bairros.

    A escola, que possui estrutura para cerca de 800 estudantes, estava atendendo a aproximadamente 100 alunos no ano passado. Destes, apenas um era morador da localidade. O baixo índice de frequência de moradores da localidade fez com que a Prefeitura de Paulo Afonso, por meio da Secretaria Municipal de Educação, resolvesse ampliar a Escola Municipal Raimundo Toledo, no vizinho Bairro Rodoviário, onde reside a maioria dos alunos e que acolhe satisfatoriamente aos demais estudantes do seu entorno e ainda atende a reivindicações da comunidade local.

    Os alunos frequentadores do espaço serão contemplados com oficinas de pintura, leitura, produção textual e outras ações, que venham a contribuir para a dinamização da aprendizagem. A inclusão digital também está prevista com a utilização de computadores e internet, numa proposta multimídia como suporte educacional. Os estudantes disponibilizarão de transporte gratuito para essas atividades que privilegiam o lazer e a socialização.

    A secretária Municipal de Educação, Maria Selma Alves de Carvalho Siqueira, comentou: “Nosso município está revolucionando a Educação, está transcendendo o espaço das quatro paredes de uma sala de aula e propondo um ensino e aprendizagem mais rico e consistente, mergulhando em uma nova proposta pedagógica que irá oferecer mais atrativos para os nossos alunos, buscando uma escola que não se limita ao tradicional. Todos nós ganharemos com a Escola Municipal de Arte, Cultura e Cidadania José Geraldo de Miranda Correia, finalizou a professora Selma. (LB)

     

    Autor: ASCOM/ PMPA