Triagem do Mutirão de Cirurgias Eletivas encerra com 475 operações agendadas

  • Publicado no dia: 24-10-2018
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

    A Triagem do Mutirão de Cirurgias Eletivas, que aconteceu até a última terça-feira (23), encerrou as atividades com 827 pessoas triadas. A ação, realizada numa parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado, irá beneficiar os pacientes com operações de hérnias umbilical, epigástrica e inguinal; histerectomia (retirada de útero); colecistectomia (retirada de vesícula); amigdalectomia (amídalas) e tireoidectmia (retirada da tireoide), em pacientes de 3 a 65 anos de idade.


    De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde, foram agendadas 475 cirurgias para o HMPA, a partir do dia 29 de outubro; 157 mulheres agendadas para Hospital da Mulher; 43 crianças realizarão cirurgia de amígdalas e 62 de hérnia no Hospital da Criança e 90 mulheres vão realizar tireoide. Durante a triagem foram realizadas ainda 39 punções.


    Segundo a superintendente da Secretaria Municipal de Saúde, Sabrine Canonici, a surpresa da triagem foi o número de mulheres que farão a cirurgia de tireoide, que somam 90, ultrapassando a meta prevista. Ela chama a atenção ainda para o desempenho da equipe durante esses dias de trabalho, ofertando à população todo o atendimento em um único dia. “Durante esses dias de triagem fizemos ultrassom, raio x, exame sanguíneo, eletro; os pacientes passaram pelo médico, enfim, foram feitos todos os procedimentos necessários em um único dia, em menos de 12 horas. Nem em um médico particular você consegue ter essa agilidade. Isso é fruto de toda a dedicação das equipes da Prefeitura e do Estado, o que nos faz ainda mais dispostos em servir à população”, explica.


    Sabrine ressalta que a parceria com a Faculdade Sete de Setembro (Fasete) também foi de grande relevância, uma vez que os alunos dos cursos de Enfermagem e Biomedicina foram responsáveis pelo acolhimento dos pacientes. “Só temos que agradecer à Fasete e a todos os parceiros que tornaram, mais uma vez, esse mutirão possível”, diz.


     

    Autor: ASCOM/PMPA