Super Mutirão da vacinação dessa sexta (11) aplica 2.875 doses

  • Publicado no dia: 11-06-2021
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

     

    A Prefeitura de Paulo Afonso realizou nesta sexta-feira (11) o mutirão da super vacinação contra a covid-19. A força-tarefa promovida pela Secretaria de Saúde aplicou 2.875 doses dos imunizantes contemplando diversos grupos prioritários.


    A aplicação da 1ª dose foi voltada para o grupo de caminhoneiros, trabalhadores de limpeza urbana, pessoas com comorbidades, todos a partir dos 18 anos, e para os trabalhadores de transporte coletivo, a partir dos 50 anos. Para a super vacinação houve também a reconvocação do grupo de lactantes, a partir dos 18 anos (46 dias pós-parto até 12 meses em lactação); deficientes permanentes, a partir dos 18 anos; trabalhadores da Educação, a partir dos 40 anos, e pessoas sem comorbidades, a partir dos 58 anos.


    Durante o mutirão foi disponibilizada a 2ª dose da vacina Astrazeneca/Fiocruz para as pessoas que receberam a 1ª dose até dia 25 de março. Para Paulo Feitosa, 72 anos, tomar a 2ª dose é um momento de gratidão e esperança de dias melhores “Me sinto feliz e grato. Hoje só tenho que agradecer a Deus e a esses profissionais que me atenderam tão bem, torço para que a vacina chegue para todos”, disse.


    Segundo o secretário de Saúde, Adonel Júnior, as equipes de saúde estão trabalhando ininterruptamentepara avançar na imunização dos grupos prioritários, conforme orientaçãodo Ministério da Saúde e do Plano Nacional de Imunizações (PNI). 


    “Promovemos essa força-tarefa para acelerar a vacinação de diversos grupos prioritários, diante a situação que estamos passando. Espero que, em breve, possamos ampliar a vacina para mais pauloafonsinos e que o nosso município possa viver dias melhores”, disse o secretário.


    Para a vacinadora Valdete da Silva, exercer sua função nesse momento pandêmico é um sentimento de dever cumprido “Me formei para contribuir com a saúde e vida das pessoas, e vacinar é símbolo de amor e dedicação para a minha profissão”.


    A Secretaria de Saúde ressalta que mesmo vacinados, a população precisa continuar com os cuidados, fazer ouso da máscara corretamente, manter o distanciamento social, higienizar sempre as mãos e evitar aglomerações.

    Autor: ASCOM/PMPA