Reunião entre responsáveis por crianças do Núcleo Desenvolver e secretário de Saúde aborda balanço e novas ações a serem realizadas

  • Publicado no dia: 27-12-2022
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

     

    Com o objetivo de melhorar a oferta dos serviços no Núcleo Desenvolver e fazer um balanço das ações realizadas durante este ano, pais e responsáveis das crianças assistidas participaram de uma reunião com o secretário de Saúde, Adonel Gomes e o novo coordenador do Núcleo, Afonso.


    O encontro aconteceu nesta segunda-feira (26), no auditório Edison Teixeira, e abordou também os projetos a serem desenvolvidos em 2023. “Juntamente com a supervisora geral, Camila Bernardo, implementamos um projeto com a Uniasselvi , com profissionais de fisioterapia, que ampliaram a nossa rede de serviços para nossas crianças portadoras de alguma deficiência  de locomoção e algumas novas terapias sendo implementada por esta equipe. Iniciamos também o processo da implementação da hidroginástica para as mães, já que além da crianças, as mães também têm um papel fundamental. Para 2023 a gestão está muito empenhada com novas idéias e inovações e aos poucos vamos implementar outros projetos, diante das nossas condições e capacidades também”, destaca o coordenador.


    O Núcleo Desenvolver é um programa da Prefeitura de Paulo Afonso, coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde. A unidade foi inaugurada em outubro de 2018, atendendo crianças de 2 a 12 anos, com autismo, hiperatividade e outras doenças psíquicas, moderadas e severas, que afetam o funcionamento do corpo, da mente, e das relações sociais. Todo o tratamento é realizado com recursos próprios do município.


     A casa onde está implantado o núcleo tem toda a infraestrutura para a acomodação dos pacientes e seus acompanhantes. São salas de atendimento individualizado, área de recreação, área de convivência, sala de atendimento coletivo, sala de palestras, copa, cozinha e piscina.


    A unidade conta ainda com uma equipe especializada, com profissionais altamente capacitados para o atendimento – psiquiatra, assistente social, psicólogas, fonoaudiólogas, fisioterapeutase e  terapeuta ocupacional.

    Autor: Ascom/PMPA