Reunião com equipe da Vigidesastre aborda plano de trabalho para ações em saúde após calamidade com as chuvas

0
AÇÕES
0
VISUALIZAÇÕES
Nesta quarta-feira (6), o Auditório Edson Teixeira foi palco de uma reunião com a Vigilância das Populações Expostas aos Riscos Associações aos Desastres (VIGIDESASTRES), que tem como atuação desenvolver um conjunto de ações a serem adotadas continuamente pelas autoridades de saúde pública, após situações como as fortes chuvas, para reduzir o risco da exposição da população e dos profissionais de saúde, reduzir doenças e agravos decorrentes deles bem como os danos à infraestrutura de saúde.
O órgão faz parte do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde NRS Norte (CIEVS NRS Norte), e ainda participaram do encontro a Defesa Civil, 1ª Companhia de Infantaria, secretarias de Saúde, Infraestrutura e Desenvolvimento Social.
Na reunião a técnica da VIGIDESASTRE, Lara Matos, falou sobre o Plano de Trabalho dos Riscos Associados aos Desastres. “O intuito da reunião foi para determinar fluxo de planejamento de ações frente as emergências de saúde pública com os demais setores em prol da saúde da população”, explica Lara.
Ela ainda apresentou a guia de preparação e resposta do setor saúde aos desastres, ferramentas para atuação, ações da vigilância em saúde na gestão de risco de desastres e o modelo de atuação Vigidesastres: gestão de risco.
Durante o encontro, as equipes destacaram as ações conjunta da Prefeitura e diversos órgãos na prestação do serviço e atendimento as famílias afetadas pelas fortes chuvas na área rural.
“Muito importante esse momento. A gente precisa ter essa ponte com o Governo, porque no pós desastre vem muitos transtornos que é o caso da saúde das famílias, então essa interação para dar suporte a saúde, a Sedes e também a infraestreutura é de suma importância. Foi muito positiva essa reunião”, diz o secretário de Infraestrutura e representante da Defesa Civil, Francisco Alves.
A finalidade do Programa Vigidesastres é o desenvolvimento de ações de vigilância em saúde relativa à gestão de riscos de emergências em saúde pública por desastres. O objetivo é reduzir a exposição da população aos riscos decorrentes de desastres, minimizar doenças e agravos decorrentes dos desastres e fortalecer a atuação do setor saúde no gerenciamento dos riscos a fim de reduzir os desastres. O Programa promove a articulação intrasetorial e interinstitucional entre agentes, entidades e órgãos envolvidos em gestão de desastres.