Prefeitura decreta situação de emergência em Paulo Afonso devido à pandemia

  • Publicado no dia: 12-01-2021
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

    A Prefeitura de Paulo Afonso decretou situação de emergência por 90 dias, diante da pandemia do novo coronavírus, que tem feito vítimas por todo o mundo. A situação é classificada como pandemia devido a alta carga de infecção, que resultou no Decreto nº 5.918, publicado no Diário Oficial desta terça-feira (12).


    O documento vem após o alto índice de contaminação no município nos últimos dias, ocasionando, inclusive, a ocupação de 100% dos leitos da Upa Covid e 70% do leitos da UTI do HMPA, no dia 10. O objetivo do decreto é adoção de todas as medidas administrativas necessárias com imediata resposta por parte do poder público à situação vigente.


    O decreto tem a duração de três meses e pode ser prorrogado por igual período, de acordo com a necessidade de ações de contenção da doença. Dentre as normativas determinadas está a proibição de atos e eventos de grande aglomeração durante o período de combate à pandemia, entre outras ações.


    Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Paulo Afonso, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, vem adotando medidas restritivas para a contenção da proliferação do vírus. Nesta terça-feira (12), foi publicado ainda o Decreto nº 5.919, que dispõe sobre as medidas de isolamento e reforça a fiscalização pela Vigilância Sanitária para que os estabelecimentos cumpram o que está previsto no documento, inclusive com previsão de sanção para aqueles que descumprirem.


    Clique aqui para ver o decreto completo

    Autor: Ascom/PMPA