Com apoio da prefeitura, povoado Lagoa do Rancho retoma fábrica de doce

  • Publicado no dia: 22-01-2016
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

    Além da fábrica grupo planeja instalar uma confecção, tudo para ajudar com a renda de casa

     

    Um grupo formado por mais de 30 pessoas, em sua maioria mulheres, do povoado Lagoa do Racho está dando uma verdadeira lição de mobilização e empreendedorismo. A ideia é reativar a fábrica de doce da comunidade – desativada há quase 22 anos – e também criar uma nova fábrica de confecção. Para isso, conta com apoio da prefeitura municipal de Paulo Afonso, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e o Sebrae.

     

    Na noite desta quinta-feira (21) o projeto deu mais um passo importante. Elas concluíram o curso Saber Empreender, do Sebrae. Ministrado pelo secretário Desenvolvimento Econômico, Leobson Teles, durante três dias o grupo compreendeu os desafios, aprenderam novas ferramentas para administrar o negócio e construíram um plano de negócio. “O que estamos vendo acontecer aqui é algo surpreendente. A iniciativa dessas pessoas pode mudar a vida da comunidade. E colaborar com esse processo é algo muito gratificante para a prefeitura que acredita e busca incentivar essas iniciativas, e para mim como formador”, declarou Leobson.

     

    Helena é uma das responsáveis por essa mobilização. Ela convidou as amigas e entrou em contato com a prefeitura. “Não esperava tudo isso”, diz a agricultora que ficou surpresa com a ideia do curso. Foi dela também a iniciativa de reorganizar os espaços da antiga fábrica de beneficiamento da castanha, e que em breve vai se tornar a confecção. A outra casa, onde serão feitos os doces, já está praticamente pronta. Com apoio de comerciantes a reforma será concluída e o processo para liberação pela Vigilância Sanitária já está em andamento. Com tantas coisas acontecendo o grupo está animado com o futuro.

     

    No encerramento do curso o grupo também recebeu a visita do vereador Marconi Daniel, líder do governo na Câmara. O legislador disse ter muito orgulho da iniciativa da comunidade e que vai trabalhar para trazer mais melhorias para as instalações físicas da fábrica.

     

    A expectativa agora é começar a trabalhar com a fábrica de doce, para que possam levantar recursos para adquirir as máquinas de costura para a confecção. A mobilização que acontece na Lagoa do Rancho é um exemplo de outras ações empreendedoras que podem acontecer e promover o desenvolvimento humano.

    Autor: ASCOM-PMPA Por Dorisvan Lira