Atenção comunidade, a Prefeitura quer ouvir você com propostas para a LDO!

  • Publicado no dia: 09-04-2021
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

    Esta segunda-feira (12) é a data limite para o envio das propostas e sugestões para elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2022. Devido a pandemia da covid-19, e os casos crescentes no município, as audiências públicas acontecem de forma virtual.



    Os interessados em enviar as propostas e sugestões podem participar através do link http://www.pauloafonso.ba.gov.br/LDO2022. As propostas serão analisadas de acordo com a receita estimada para o ano de 2022 e incluídas na LDO 2022 do município, que será encaminhada à Câmara Municipal de Vereadores até a quinta-feira, 15 de abril de 2021. A LDO é o documento que estabelece as prioridades orçamentárias da administração pública para o próximo ano.


    “Estamos vivendo esse momento atípico em nossas vidas e paralelo temos que cumprir com as obrigações legais como a Elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2022. Estamos elaborando em 2021 um instrumento de planejamento para execução em 2022. A LDO vem como um planejamento estratégico para que mais na frente possamos montar a Lei Orçamentária Anual para 2022. A gente está encaminhando o documento até 15 de abril a Câmara de Vereadores, mas precisamos ouvir e ter a participação popular para que esse instrumento reflita a vontade da maioria. Sabemos que dessas escutas sociais, dessas participações populares, a gente consegue retratar, tirar aprendizado e tentar passar através das execuções o desejo da maioria. Neste momento de pandemia, estamos disponibilizando como canal de participação no site da Prefeitura e alguns links disponibilizados, bem como por meio do contato com a Ouvidoria Municipal, canais de participação. É de fundamental importância para a gestão para que a gente tenha um retrato do que é que pensa a nossa população, do que é que desejam, quais os anseios e o que podemos compatibilizar essa vontade com os nossos recursos”, explica a secretária de Planejamento, Patrícia Alcântara.

    Autor: Ascom/PMPA