Agosto Dourado marca ações da Prefeitura no incentivo ao aleitamento materno

  • Publicado no dia: 03-08-2021
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

    Para marcar o Agosto Dourado, mês que simboliza o incentivo ao aleitamento materno, a Secretaria Municipal de Saúde, juntamente com a equipe Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf), promove várias atividades com o intuito de reforçar que o ato de amamentar traz benefícios para as mães quanto para os bebês.


    Como parte da programação, acontece palestras direcionadas para os profissionais que trabalham na linha de frente da Atenção Primária, como a equipe de enfermagem e de odontologia. O tema Alimentação e nutrição e a Importância da amamentação para dentição será abordado durante as palestras ministradas pela nutricionista Jozy Nathiely e pela coordenadora de Odontologia, Yana Talita. A atualização contará ainda com a participação da fonoaudióloga Karina Lima.


    Apesar de agosto ser o mês que marca a campanha, a Secretaria de Saúde promove ações de apoio ao aleitamento durante todo o ano com orientações de incentivo a amamentação e os cuidados na implementação alimentar depois dos seis meses. Durante as consultas, as mães que apresentam queixa ou dificuldade na amamentação são direcionadas para a equipe de profissionais.

    “Quando uma mãe apresenta dificuldade na amamentação, a enfermeira da unidade de saúde encaminha para a gente. A partir desse momento realizamos o acolhimento e conduzimos com toda a orientação”, explica a nutricionista Jozy.


    O aleitamento materno exclusivo, ou seja, sem a introdução de outras formas de alimentos, contém todos os nutrientes essenciais para o crescimento da criança. A recomendação é que a amamentação aconteça até os dois anos de idade ou mais, e de forma exclusiva nos primeiros seis meses.


    Segundo a nutricionista, o mês dourado simboliza o incentivo e apoio ao leite materno considerado o alimento mais nutritivo para o bebê. “O leite materno é considerado a primeira vacina do bebê. A amamentação protege as crianças de doenças como diarreia, infecções respiratórias, alergias e evita algumas doenças na fase adulta”, reforça.

    Autor: ASCOM/PMPA