Abertura do XII Coegemas reúne mais de 400 pessoas para discutir a política de assistência social

  • Publicado no dia: 17-11-2022
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

     

    Com uma recepção calorosa, ao som dos cangaceiros e muito xaxado, os integrantes do XII Encontro Baiano de Gestores Municipais da Assistência Social (COEGEMAS), participaram da abertura do evento, na manhã desta quinta-feira (17).


    Cerca de 400 inscritos estiveram presentes neste que é o maior encontro da Assistência Social e trouxe como tema “Vulnerabilidade e Risco Social: ampliando o conceito de proteção social no Suas”.


    O prefeito Luiz de Deus participou da solenidade e fez questão de destacar a importância do encontro. “É um momento de muita alegria receber todos na nossa querida Paulo Afonso. Esse trabalho coletivo faz toda diferença para buscar fortalecer e avançar na política de assistência social, por isso esses eventos são fundamentais”, diz o gestor.


    De acordo com a secretária de Desenvolvimento Social, Cintia Rosena, foi um dia muito esperado e vai ser um momento marcante para a assistência. “Nós vamos discutir vários problemas que estamos encontrando, problemas que nós passamos em 2022 e planejarmos 2023.Sofremos diversos cortes de mais de 70% dos recursosdo financiamento federal, mas estaremos aqui unidos para resolver os problemas, para que 2023 seja um ano novo de esperança e daqui sair novas ideias”, destacou.


    O evento, que é uma iniciativa é do Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social do Estado da Bahia (COEGEMAS – BA), reuniu assistentes sociais de diversas localidades, em um espaço com palestras com Daniel Iório e Elis Correia, debate, painel temático e oficinas.

     

    Segundo a presidente do Coegemas, Ediana Dourado, a política de assistência social é de grande relevância, é o maior sistema de proteção social do mundo.“Nós estamos aqui nessa cidade linda sendo recebidos e acolhidos com tanta alegria, boas energias, para discutir sobre essa política pública que é tão importante para emancipação e para a garantia de direitos dos nossos cidadãos baianos. A pandemia trouxe muitas consequências e a política de assistência social está na linha de frente acolhendo e dando suporte para essas famílias que estão em situação de vulnerabilidade social. Esse tema é um dos principais que serão debatidos no encontro”, explicou.


    Ainda de acordo com Ediana, após o encontro será elaborado um documento “Daqui, coletivamente estaremos registrando e elaborando um documento a nível estadual e federal que vem a mostrar a luta da Bahia em favor da política de assistência social”, diz.


    O evento segue até esta sexta (18), com painel temático, oficinas e a Assembléia Geral do Coegemas-BA.

    Autor: Ascom/PMPA