A frente do retorno dos vôos, Paulo Afonso prevê volta das operações ainda este ano

  • Publicado no dia: 23-07-2021
  • 0
    AÇÕES
    0
    VISUALIZAÇÕES

    Possibilitar o desenvolvimento turístico aliado ao avanço econômico local e regional é a diretriz da Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio (Setic) para que os vôos retornem para Paulo Afonso, com previsão para este ano.


    Após encontro com o secretário de Turismo do Estado, Maurício Bacellar, no início do mês em Salvador, o secretário Nino Rangel falou sobre o fruto dessas articulações, que vem sendo realizada desde o início do ano. “Em conversa com o secretário Maurício Bacellar ele sinalizou que através de alinhamentos com o governador existe a possibilidade de baixar o ICMS do combustível utilizado pelas aeronaves, o que também é uma das premissas importantes para que os vos retornem”, explica.


    Com potencial turístico e econômico, até março de 2020, a cidade recebeu 559 operações de vôos da empresa Azul. Imprescindível para o desenvolvimento turístico, Paulo Afonso vem a frente dessa luta do retorno dos vôos desde o ano passado, por meio de reuniões e ofícios para o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Governo Federal pela Embratur (Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo) e Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf).


    Além do retorno dos voos, outras pautas foram debatidas, como o Estudo de Viabilidade da zona turística de Lagos e Cânions do São Francisco e o Plano de Abertura do turismo do Complexo Hidrelétrico de Paulo Afonso onde contempla a reativação dos seguintes equipamentos; Bondinho, Cogumelo (mirante), Ilha do Urubu, Usina Piloto como produto turístico e o novo projeto da Ilha dos Dinossauros.


    Em visita ao município, no mês de junho deste ano, o então ministro do Turismo, Gilson Machado, esteve junto com o secretário e a assessora Especial, Clícia Nascimento que na oportunidade entregaram o Estudo de Viabilidade Turístico. Surpreso pelo potencial que o município possui, o ministro se mostrou disposto a contribuir no desenvolvimento das ações.

    Autor: Ascom/PMPA