22 profissionais concluem curso para atendimento às pessoas com doenças crônicas

0
AÇÕES
0
VISUALIZAÇÕES

Nesta terça-feira (12), 22 profissionais concluíram o curso para atendimento às pessoas com doenças crônicas. A ação foi realizada em uma parceria entre o Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o Ministério da Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Projeto Cuida APS.

O prefeito em exercício, Marcondes Francisco, o secretário de Saúde, Adonel Gomes, a coordenadora da Atenção Básica, Simone Pimentel, a coordenadora do Núcleo de Educação Permanente (NEP), Larissa Thiara e a coordenadora do curso, Débora prestigiaram o momento.

Segundo Marcondes, os profissionais que concluíram o curso serão agentes multiplicadores. “Esse curso é desenvolvido a partir de um método usado pelo pessoal do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, que tem parceria com o Ministério da Saúde e secretarias municipais. É um programa de apoio ao desenvolvimento institucional de sistema único de saúde, ou seja, há uma somatória de participantes na formação desses profissionais, que com esse enriquecimento estarão mais qualificados para os atendimentos”, explicou.

A capacitação teve duração de 18 meses para os profissionais de várias áreas que atuam na atenção primaria, sendo 11 enfermeiros, 6 odontólogos, 2 nutricionistas, 1 professor de educação física e 1 psicóloga. O objetivo foi qualificar os profissionais da Estratégia de Saúde da Família de Paulo Afonso para o atendimento a esse público.

“Foi um momento ímpar para Paulo Afonso, onde mais uma vez a gente está com a equipe finalizando essa capacitação para ter esse olhar diferenciado. É um projeto grandioso onde foram escolhidas algumas cidades no nosso país e Paulo Afonso foi contemplada”, ressaltou Adonel Gomes.

De acordo com a facilitadora, Amanda Blauth, a capacitação além de fazer a formação, ainda busca melhorar a assistência. “Formamos 22 profissionais que estão atuando em torno de 12 equipes de atenção básica nos postos de saúde e fizeram ao longo desse período ações de qualificação da assistência das pessoas com doenças crônicas. Foi um grupo muito empenhado, Paulo Afonso certamente vai ganhar com a formação desses profissionais”, diz.